Quais os principais Tipos de fraudes Digitais?

Principais Fraudes Digitais
Fraudes,

Quais os principais Tipos de fraudes Digitais?

Existem os mais variados tipos de fraudes digitais no ambiente da internet. Alguns mais incomuns e com pouca chance de dar certo e outros mais comuns e com grande possibilidade de serem efetivos. O mais comum com certeza seriam as fraudes digitais causadas por vazamento de dados.

Vazamentos de dados

Às vezes proposital por alguma organização ou usuário na expectativa de prejudicar ou causar corrompimento dos dados, perda de tempo e bastante transtorno para as vítimas. Às vezes por uma falha humana de algum operador do sistema ou também por falha de segurança da própria tecnologia que armazena os dados de usuários e também de organizações. Causando enorme transtorno aos envolvidos e acarretando em perdas e danos às vezes até irreparáveis.

Quando os dados vazam na rede mundial de computadores é praticamente impossível reverter ou retirar os dados vazados completamente do ambiente digital vulnerável pois logo que acontece o vazamento dos dados todos os fraudadores que tiveram acesso ao material vazado agem imediatamente para obter algum tipo de vantagem sobre as vítimas do vazamento.

Um exemplo claro desse tipo de fraude digital foi o mega vazamento de dados de janeiro de dois mil e vinte um no Brasil onde dados de duzentos e vinte dois milhoes de CPFs, juntamente com informações como nome, sexo, e a data de nascimento, incluindo uma tabela com dados de automóveis e uma outra com CNPJs. É considerado o maior vazamento de dados da história do Brasil.

Principais Golpes Digitais

Principais Golpes Digitais

Phishing

Um outro principal tipo de fraude digital que acontece com muita frequência no ambiente digital é o phishing. Phishing é uma palavra de origem inglesa e em portugues significa objetivamente “pescando”, o termo foi criado em mil novecentos e noventa e seis nos Estados Unidos por hackers que roubaram contas do portal América Online.

Ela tem como objetivo o roubo de informações e dados online de um usuário para que assim possa ser usado como credencial online de outra pessoa no ambiente virtual.
Nomes, números de CPFs e identidades, datas de nascimento e principalmente dados de cartão de crédito são os principais dados e informações roubados nesse tipo de fraude virtual.

Os fraudadores enviam milhões de emails e mensagens todos os dias de maneira ininterrupta, para milhões de pessoas conectadas à internet, com falsos anúncios, ofertas e promoções, além de promessas de dinheiro fácil ou outras estratégias de engenharia social na expectativa de atrair o usuário a clicar no link ou preencher o formulário anexo e assim absorvendo os dados ou penetrando na segurança do dispositivo usado e assim roubando os dados sem que o usuário saiba o que se passa.

Um exemplo de fraude digital pela técnica de phishing é o famoso email do fundo soberano africano que não tem herdeiros e mediante o preenchimento de um formulário onde se pede um grande volume de dados sensíveis do usuário além de um pequeno pagamento por boleto bancário e como retorno deixaria o usuário rico além de qualquer sonho.

Malware

Um tipo muito comum de fraude além dos dois citados anteriormente é a fraude digital causada mediante o uso de malware.

Malware é um termo internacional a quem países e organizações, além de usuários usam para identificar programas criados em computador que tem como objetivo ser instalado em celulares, tablets, smartwatches, computadores e servidores na expectativa de roubar um grande volume de dados sensíveis, causar pânico aos donos do aparelho, transtorno e perda financeira, além de até mesmo cobrar resgates de bancos de dados com pagamento mediante criptomoedas.

Fraudadores desse tipo costumam usar criptomoedas pois são dispositivos financeiros com pouca ou nenhuma rastreabilidade no ambiente virtual. Normalmente um antivírus é o mais indicado para se proteger desse tipo de ameaça.

Boletos falsos

Golpistas interceptam a sua correspondência e trocam boletos verdadeiros por falsos, ou simulam sites de fachada para você baixar boletos fraudados. Assim, quando você pagar o boleto, na verdade estará enviando o dinheiro para os golpistas.